Dicas para quem quer viajar para um festival no exterior – Blog Festivalando

 

Assim como você que lê este post agora, eu também amo viajar. Mas eu viajo de um jeito diferente. Junto com a Gra, minha amiga, eu viajo para festivais de música. A gente não escolhe o próximo destino, a gente escolhe o próximo festival. Em pouco mais de dois anos, já visitamos uns 30 festivais em 15 países.

A gente gosta tanto disso que criou um blog só para relatar nossas viagens pelo mundo atrás de festivais de música: o Festivalando.

Ele está cheio de dicas para quem quer viajar para um festival gringo, mas a convite do Lucas eu vou fazer hoje para o Boralá um resumo das dicas básicas que é importante seguir se você também quer conhecer o mundo de um jeito diferente.

pri-gra-festivalando-blog

Pri e Gra – Festivalando

– Decida-se com antecedência

O planejamento com antecedência é uma regra básica para qualquer viajante, mas ela ganha um peso maior quando você decide adicionar um festival no seu roteiro, principalmente se o seu desejo é ir para os festivais mais badalados da Europa ou dos Estados Unidos.

Tradicionalmente, os ingressos para esses grandes festivais são postos à venda quase um ano antes e, quanto mais famoso o festival, mais rápido eles se evaporam. Alguns ingressos duram apenas alguns minutos ou horas, como é o caso do Glastonbury ou do Coachella. Ou então, acabam logo os ingressos mais em conta (aqueles passaportes que dão direito a todos os dias do festival) e sobram apenas os ingressos diários, que costumam não ser muito em conta.

Portanto, se você demorar demais para se decidir sobre o festival, corre o risco de pagar ingressos mais caros ou, pior: corre o risco de não conseguir ir ao festival.

Para facilitar o seu planejamento, fique atento às notícias do festival que você deseja conhecer. Quando se trata dos grandes festivais da Europa e dos Estados Unidos, dias depois do fim de uma edição já são anunciadas as datas da edição do ano seguinte e a data da venda de ingressos, o que te dará tempo hábil para se organizar.

festival-heavy-metal-brutal-assault-hradréc Králové-czech-republic

Brutal Assault, República Checa – crédito: Festivalando

– Seja flexível, pesquise e considere várias possibilidades de festival

 

Pode ser que você sonhe em conhecer um determinado festival, então neste caso não há muito o que fazer com relação à flexibilidade. O jeito é se planejar o máximo possível para incluí-lo na sua viagem, começando pela dica acima. Mas se a sua vontade é de assistir as bandas X ou Y ou de simplesmente ter a experiência de estar em um festival no exterior, considere quantas possibilidades forem possíveis.Watch Cyberbully (2015) Full Movie Online Streaming Online and Download

O verão (e uma parte da primavera) do Hemisfério Norte, período da altíssima temporada de festivais, é apinhado de festivais. Eles acontecem às centenas, em diferentes países. Inclusive, te desafio a ir para a Europa ou os Estados Unidos entre maio e setembro e não encontrar um festival sequer no país ou estado onde você estiver.

Sendo assim, vale muito a pena pesquisar para encontrar um festival que tem a mais a ver com você. Às vezes sua ideia é ir, por exemplo, para a Alemanha, mas pode ser que no mesmo período os festivais da França sejam mais interessantes para o seu gosto pessoal.

O mesmo vale se o seu interesse é ver um show de um determinado artista ou banda. Nesse período da alta temporada de festivais, as bandas fazem praticamente uma turnê pelos festivais. Às vezes, uma mesma banda está escalada para tocar em dez festivais europeus, por exemplo. Isso quer dizer que se você é muito fã dessa banda, terá dez oportunidades diferentes para vê-la, podendo escolher o festival mais adequado para suas datas ou orçamento.

Vou puxar a sardinha pro meu lado e te contar que lá no Festivalando a gente tem um buscador de festivais de música que te permite encontrar festivais usando filtros como cidade, país, estilo musical e outros.

 

Dica

O Festivalando tem um buscador de festivais de música que te permite encontrar festivais usando filtros como cidade, país, estilo musical e outros.

– Escolha o festival de acordo com o seu perfil de viagem

 

Como eu disse, há centenas e centenas de festivais no exterior e eles têm formatos e propostas muito diferentes entre si. Não falo apenas de estilo musical ou de público-alvo, mas também do ponto de vista da estrutura.

Muitos festivais acontecem em cidades pequenas, afastadas das grandes capitais europeias ou das metrópoles americanas. Isso vai te exigir uma quantidade maior de deslocamentos e, na maioria dos casos, a melhor opção pode ser acampar no festival durante um fim de semana para evitar deslocamentos tão desgastantes.

Mas será que você tem esse pique ou disposição? Considere se a fama do festival e o apelo do lineup compensam isso. Por outro lado, essa pode ser uma opção interessante para quem já conheceu as grandes cidades e quer explorar locais menos óbvios.

Há também os festivais mais urbanos, dentro das grandes cidades, ou, no máximo, na região metropolitana, em que é possível pegar um metrô e voltar para o hotel no fim da noite.

Fora isso, existem os festivais que encarnam todos os clichês desse tipo de evento (lama, filas grandes, multidões, banheiros químicos) e também os festivais menores, voltados para um público de adultos jovens que querem curtir as mesmas bandas famosas dos grandes festivais, mas sem a bagunça (bagunça boa, ok?) dos festivais mais tradicionais.

Nesse caso, vale mais uma vez reforçar a dica anterior, que é de pesquisar sem medo as diversas ofertas de festival.

roskilde-festival-dinarmarca

Roskilde Festival, Dinarmarca – crédito: Festivalando
pulseiras-de-festivais

Entrada de festivais – Festivalando

Se você quiser ir a fundo nessa história de viagem para festivais, faça uma visita lá no Festivalando ?

Compartilhar

Deixe sua crítica, comentário e mais DICAS se tiver. BORALÁ!!